February 02, 2016

Comemorando Iemanjá - A Rainha do Mar

Iemanjá é a rainha do mar, e é adorada não só pelos pescadores para os quais ela atua como anjo da guarda, mas também pelas mulheres de Trancoso que a veem como uma complacente figura feminina e protetora.

Em um efêmero sol da tarde do dia 2 de Fevereiro, um grande grupo de nativos praticantes de Candomblé e Umbanda (o qual compartilha raízes com a religião oeste africana Yoruba - trazida para o Brasil por escravos) se reúnem no Quadrado histórico vestindo tradicionais roupas brancas, entoando e cantando aos ritmos de antigas batidas de tambor.

Seguindo os tambores, uma procissão se forma e caminha em direção a praia cantando e bamboleiando ao som da música, chegando a alguns metros de distância do UXUA Praia onde oferendas a Iemanjá são colocadas em pequenos barcos de madeira e levadas pelas ondas do mar.

As oferendas feitas para lisonjear e satisfazer a linda deusa incluem flores, frutas, doces, perfumes, sabonetes, jóias, e qualquer outro pequeno objeto que destaque a beleza feminina.